Arquivo da categoria: População

Em 79º lugar, Brasil estaciona no ranking de desenvolvimento humano da ONU

O IDH é um índice medido anualmente pela ONU e utiliza indicadores de renda, saúde e educação (entenda a metodologia ao final desta reportagem).

O ranking mundial de desenvolvimento humano dos países apresenta o índice de cada nação, que varia de 0 a 1 – quanto mais próximo de um, mais desenvolvido é o país. No RDH divulgado nesta terça, o Brasil registrou IDH de 0,754, mesmo índice que havia sido registrado em 2014.

Conforme o relatório da Pnud, esta foi a primeira vez desde 2010 que o IDH do Brasil se manteve no mesmo patamar:

Transposição peca na revitalização do rio São Francisco, apontam especialistas

obras-do-eixo-leste-da-transposicao-do-rio-sao-francisco-1489097735336_615x300

Obras do eixo leste da transposição do rio São Francisco

A chegada das águas do rio São Francisco ao semiárido paraibano, nesta sexta-feira (10), marca a conclusão do eixo leste da transposição e contará com a presença do presidente Michel Temer. Mas o final da tão esperada obra no semiárido nordestino não encerra as polêmicas geradas pelo projeto, que custou R$ 10 bilhões.

Segundo especialistas, ficaram marcas na região ao serem deixadas de lado a revitalização do rio –que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva prometeu ao bancar a obra– e a negociação com comunidades afetadas. “Nós queremos revitalizar, recuperar as margens, as matas ciliares, fazer saneamento básico nas cidades para que não joguem dejetos no São Francisco, e começamos fazendo isso”, disse Lula, em 2009, durante o programa “Café com o Presidente”, em outubro de 2009.

Continuar lendo Transposição peca na revitalização do rio São Francisco, apontam especialistas

Novo programa da GloboNews “Que mundo é esse?” mostra realidades diferentes da nossa

No próximo domingo, dia 26, a GloboNews estreia o programa ‘GloboNews Que Mundo É Esse?’, que leva André Fran, Felipe UFO e Michel Coeli ao Curdistão para contar, em quatro episódios semanais, as inacreditáveis histórias sobre os curdos, o maior povo do mundo sem uma nação. São mais de 30 milhões de pessoas que buscam sua independência e o reconhecimento de seus direitos e hoje vivem entre a Síria, Irã, Armênia, Turquia e Iraque.

Terroristas, refugiados, vítimas de genocídio, guerreiros da liberdade. Cenas de violência, lutas e manifestações que levam o público a questionar: que mundo é esse? Paralelamente à exibição do programa, o canal promove uma exposição no Jardim Botânico do Rio de Janeiro, com fotos feitas por Michel Coeli durante a viagem. A exposição fica em cartaz até o dia 24 de agosto.

O projeto ‘GloboNews Que Mundo É Esse?’ tem o objetivo de mostrar as realidades mais polêmicas e surreais do mundo caótico em que vivemos. Nesta jornada, ao longo dos 15 dias de viagem, o trio testemunha questões importantes da história dos curdos. Na Turquia, onde a viagem começa, registram o momento em que o partido pró-curdo conquista, pela primeira vez, o direito de ter representantes no Parlamento. Para comemorar, a população sai às ruas da capital extraoficial do Curdistão Turco, em uma celebração digna de final de Copa do Mundo.

DESCRICÃO AQUI
Michel Coeli, Felipe UFO e André Fran no Curdistão. Crédito: Globo/ Michel Coeli

Continuar lendo Novo programa da GloboNews “Que mundo é esse?” mostra realidades diferentes da nossa

Exposição mostra a rotina dos curdos e pergunta ‘Que Mundo É Esse?’

André Fran, Felipe UFO e Michel Coeli foram até o Curdistão.
Mostra estreia na quinta (23) e fica em cartaz até 24 de agosto, no Rio.

André Fran, Felipe UFO e Michel Coeli fizeram uma viagem pelo Curdistão, um país que não existe, para gravar os quatro episódios do programa “Que Mundo É Esse?”, que estreia no próximo domingo (26), às 23h, na GloboNews. Em foco, está a história dos curdos, o maior povo do mundo sem uma nação.

Durante o processo, as lentes de Michel captaram imagens lindas e raras do vasto território curdo e de sua gente, registrando situações e personagens ligados a temas cruciais da atualidade.

Continuar lendo Exposição mostra a rotina dos curdos e pergunta ‘Que Mundo É Esse?’

Líbia prendeu mais de 600 migrantes que iam a Europa nos últimos 3 dias

Ao menos dois barcos foram interceptados navegando para fora da Líbia.
País se tornou um dos principais centros para traficantes de humanos.

Migrantes que esperavam chegar à Europa de barco foram presos na Líbia nesta terça-feira (21) (Foto: AFP PHOTO / MAHMUD TURKIA)Migrantes que esperavam chegar à Europa de barco foram presos na Líbia nesta terça-feira (21) (Foto: AFP PHOTO / MAHMUD TURKIA)

A Líbia interceptou nos últimos três dias várias embarcações lotadas de africanos que tentavam chegar à costa da Itália, detendo mais de 600 imigrantes, disse um representante do gabinete de imigração do país nesta terça-feira (21).

O país do norte da África, assolado pela violência e o colapso da autoridade governamental quatro anos após a derrubada de Muammar Gaddafi, se tornou um dos principais centros de ação para traficantes de humanos, que dali embarcam os imigrantes africanos para a Itália.

As forças de segurança líbias detiveram cerca de 70 africanos em Trípoli nesta terça-feira, enquanto aguardavam por traficantes para serem colocados em barcos com destino a Lampedusa, disse à Reuters um alto representante do gabinete de imigração líbio na capital.

 

Continuar lendo Líbia prendeu mais de 600 migrantes que iam a Europa nos últimos 3 dias

Itália resgatou 638 imigrantes em alto-mar na segunda

Balanço foi divulgado pela Guarda Costeira nesta terça.
Capitão e ajudante de navio líbio naufragado foram presos.

 Depoimentos dos sobreviventes ajudaram a definir o número de mortos (Foto: REUTERS/Alessandro Bianchi)Depoimentos dos sobreviventes ajudaram a definir o número de mortos (Foto: REUTERS/Alessandro Bianchi)

Mais 638 imigrantes foram resgatados nesta segunda-feira (20) em alto-mar após seis operações de socorro diferentes, informou nesta terça-feira (21) a Guarda Costeira da Itália em comunicado.

Os imigrantes viajavam a bordo de seis barcos em águas da costa da Líbia e receberam assistência do navio “Fiorillo” da guarda-costeira, de uma embarcação mercante e da Marinha italiana.

As primeiras 93 pessoas resgatadas, entre elas 12 mulheres e duas crianças, foram levadas na noite passada à ilha de Lampedusa, no sul do país.

Continuar lendo Itália resgatou 638 imigrantes em alto-mar na segunda

Capital federal faz aniversário

Brasília faz 55 anos sem alcançar maturidade econômica

Dependência do setor público aumentou na última década

Distrito Federal é o local onde existe a maior distância entre pobres e ricos

Sérgio Lima/Folhapress - 16.mai.2005

A capital planejada do Brasil comemora 55 anos nesta 3ª feira, 21 de abril, emitindo sinais de que não pretende reduzir a dependência de sua economia do setor público.

Na última década, a participação da administração pública no PIB (Produto Interno Bruto) de Brasília permaneceu estável, com leve alta. Na outra ponta, o impacto do comércio, indústria e agricultura na produção de riqueza diminuiu.

 

Continuar lendo Capital federal faz aniversário

Questão de classe: O charme e a dor da aristocracia retratadas em Downton Abbey

Downton-Abbey
A série Downton Abbey revive o luxo e os conflitos de classe numa mansão inglesa de 1912

Downton Abbey, a série que retrata a vida da aristocracia inglesa no início do século passado, estreou no início deste mês na televisão aberta pela TV Cultura, em sua versão dublada em português. O canal adquiriu as quatro primeiras temporadas, que serão exibidas de quarta a sexta-feira.

Sua entrada na televisão brasileira tem muito a ensinar sobre uma das questões que atravessa a desigualdade brasileira: a divisão em classes. Downton Abbey conta a história de uma família aristocrática em lenta decadência, confrontada por um lado com a ascensão da classe média, por outro com o início da desnaturalização da posição dos criados, estes por sua vez também organizados em um rigoroso sistema hierárquico (mordomos, governantas, damas de companhia, cozinheiras, assistentes de cozinha, valetes).

A atriz Maggie Smith na série Downton Abbey

Nesse contexto, há inúmeros dramas, mortes, nascimentos, casamentos, e tudo mais que pode acontecer na vida de uma família ao longo dos anos.  Esta é a característica, digamos, novelesca da série, na qual chamam a atenção dois aspectos. O primeiro parece explícito e intencional: mostrar o processo de transformação da aristocracia, então ameaçada de perder seus privilégios, seja pela escalada econômica e cultural da classe média, seja por que a classe trabalhadora já não está mais disposta a se manter submissa.

 

Continuar lendo Questão de classe: O charme e a dor da aristocracia retratadas em Downton Abbey

Filme brasileiro “Olhos Azuis”, aborda preconceito contra imigrantes brasileiros nos EUA

Personagem de David Rasche viaja ao Brasil em ''Olhos Azuis'', filme de José Joffily
Personagem de David Rasche viaja ao Brasil em ”Olhos Azuis”, filme de José Joffily
Sinopse:

Marshall (David Rasche) é o chefe do Departamento de Imigração do aeroporto JFK, em Nova York. Comemorando seu último dia de trabalho, Marshall resolve se divertir complicando a entrada no país de vários latino-americanos. Entre eles está Nonato (Irandhir Santos), um brasileiro radicado nos EUA, dois poetas argentinos, uma bailarina cubana e um grupo de lutadores hondurenhos. Dois anos depois, Marshall vem ao Brasil procurar uma menina de nome Luiza. Quando ele conhece Bia (Cristina Lago), uma jornada em busca de redenção se inicia. Olhos Azuis foi o grande vencedor do II Festival Paulínia de Cinema com seis prêmios, incluindo o de Melhor Filme.

Continuar lendo Filme brasileiro “Olhos Azuis”, aborda preconceito contra imigrantes brasileiros nos EUA

Ataques contra imigrantes se multiplicam no centro de Johannesburgo

17abr2015---carros-incendiados-ficam-nas-ruas-de-joanesb_002
Carros incendiados ficam nas ruas de Joannesburgo, África do Sul. Doze pessoas foram detidas na madrugada desta sexta-feira (17) por ataques contra estrangeiros na cidade sul-africana, que vive um aumento nos casos de xenofobia.

Doze pessoas foram detidas na madrugada desta sexta-feira por ataques contra estrangeiros em Johannesburgo, onde a onda de xenofobia aumentou, informou a polícia.

“Doze suspeitos foram detidos por tentar atacar lojas que eram propriedade de estrangeiros”, explicou um porta-voz da polícia, o tenente-coronel Lungelo Dlamini.

De acordo com informações locais, os manifestantes de uma residência de trabalhadores saíram às ruas para exigir que os estrangeiros deixem a África do Sul, atearam fogo em carros e enfrentaram a polícia.

Não foram registrados feridos, disse Dlamini.

Este foi o último incidente em uma onda de violência que começou no início do mês no porto de Durban e que até o momento deixou seis mortos.

A tensão era palpável nesta sexta-feira, e trabalhadores desta residência seguiam exigindo diante dos jornalistas que os imigrantes deixem a cidade.

“Condenamos a violência de forma contundente. Convocamos a calma e pedimos o fim da violência”, declarou na quinta-feira ante o Congresso o presidente sul-africano, Jacob Zuma.

No início do ano, outros ataques em Soweto, ao sul de Johannesburgo, obrigaram comerciantes de nacionalidade estrangeira a abandonar suas propriedades e fugir, diante do medo de serem assassinados.

O desemprego chega a 25% na África do Sul, e as perspectivas econômicas são ruins para este ano.

© Copyright AFP / UOL