OBG – Olimpíada Brasileira de Geografia 2015 tem credibilidade ameaçada

AAARo93.png

Após anos de espera, agravados pelo cancelamento da Viagem do Conhecimento, surgiu a tão aguardada OBG – Olimpíada Brasileira de Geografia.

Realizada no dia 20 de maio de 2015  chegou transmitindo grande expectativa para alunos e professores de todo o Brasil. Foram 853 escolas e 44.546 alunos inscritos na competição que prometia selecionar uma equipe para participar da IGeo –  International Geoghraphy Olympiad e da IESO – International Earth Science Olympiad.

O entusiasmo parou por aí: logo após a prova, vários pedidos de anulação e de análise para diversas questões, reclamações quanto as postagens via correio dos gabaritos e diversos adiamentos de divulgação de resultados abalaram a credibilidade da olimpíada em sua primeira edição.

Alguns recursos ainda continuam aguardando resposta, o que pode alterar o resultado das provas (a organização informou que todos eles seriam analisados até o dia 27 de maio, postergando para o dia 29) e muito menos quando os tão esperados resultados serão apresentados.

No último dia 16 de julho, foi publicado em sua página no facebook a seguinte notícia:

11218168_473685689462961_6889862554965862546_n

Isso tem frustrado a comunidade docente e discente de diversas escolas que participaram da referida olimpíada, conforme é possível perceber pelos comentários nas diversas redes sociais, além da incerteza da participação de uma equipe brasileira na IGeo –  International Geoghraphy Olympiad deste ano, que acontece entre 11 e 17 de agosto em Tver na Rússia.

Segundo relatos dos participantes, o que mais frustra é a falta de informações por parte da organização.

Lembrando que na Comissão Organizadora existem nomes e instituições de peso como o  Prof. Dr. Roberto Greco (Instituto de Geociências – UNICAMP), prof. Daniel Fonseca Lavouras (Sistema Ortogonal de Ensino – Unidade Porto Alegre) e professores e funcionários das seguintes instituições: UNICAMP, UFSC, USP, UFPR e Sistema Ortogonal de Ensino.

A olimpíada deveria distribuir medalhas aos mais bem classificados e definiria a equipe brasileira para a disputa da International Geoghraphy Olympiad (iGeo), na Rússia, de 11 a 17 agosto, agora sem tempo hábil para a participação.

A olimpíada se propõe ainda a realizar uma segunda fase, cooperativa, programada para setembro, onde, organizados em grupos de três, realizariam uma atividade de pesquisa de âmbito local, cujo resultado seria apresentado em texto, painel, maquete, áudio ou vídeo. Porém, comenta-se que a mesma não será realizada a menos que a organização enfim esclareça esses fatos.

Dar informações aos participantes nessas circunstâncias é, acima de justo, ético!

Esperávamos um melhor posicionamento da olimpíada nesta situação!

© Copyright Geografia Onne

2 comentários em “OBG – Olimpíada Brasileira de Geografia 2015 tem credibilidade ameaçada”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s