Sobral terá primeiro planetário do Interior

Image-0-Artigo-1801293-1
O equipamento é um dos mais modernos do Hemisfério Sul, que recebeu um upgrade após a aquisição de um novo sistema para o Planetário de Fortaleza e foi transferido para Sobral FOTO: LUIZ QUEIROZ

Foi iniciada a montagem dos projetores do Planetário de Sobral. A expectativa é de que, em maio deste ano, o equipamento esteja funcionando para o público. Com isso, o município será o único do Interior do Estado a possuir o equipamento e o segundo no Interior do Nordeste. O primeiro fica em Feira de Santana, na Bahia.

Localizado na Praça do Patrocínio, ao lado do Museu do Eclipse, o Planetário de Sobral conta com projetor planetário e projetor digital, ambos da fabricante alemã Carl Zeiss. O equipamento tem uma cúpula de projeção de 10 metros de diâmetro e terá 84 assentos, sendo dois para cadeirantes. A obra está sendo executada pela Prefeitura em parceria com o governo do Estado do Ceará, que investiram cerca R$ 4 milhões na construção e na aquisição de equipamentos.

Segundo o Coordenador do Museu do Eclipse, Emerson de Almeida, a função básica do Planetário é simular, em condições fidedignas, o céu em qualquer latitude ou época do ano. “Com o projetor digital, o Planetário pode trabalhar com até 80 disciplinas de diferentes áreas da educação, da ciência da natureza, passando pela história, saúde e ciências da vida”, explica.

Segundo o diretor do Planetário de Fortaleza e responsável pelo projeto do Planetário de Sobral, Dermeval Carneiro, o equipamento que está sendo instalado em Sobral é um dos mais modernos do Hemisfério Sul. A montagem do Planetário na cidade se deu devido ao Ano Internacional da Astronomia, instituído pela ONU em 2009. “Fiz parte dos representantes brasileiros do comitê, que tinha como uma das metas indicar projetos na área. Sabendo que o então governador do Estado, Cid Gomes, entendia a importância do tema, apresentei a ele a proposta para a modernização do Planetário de Fortaleza, que passou a ser um Skymaster ZKP4, o mais avançado do mundo”. Ele conta que, com isso, o Skymaster ZKP3, que era o equipamento usado anteriormente na Capital, passou por um upgrade para torná-lo digital e foi proposto que fosse instalado em Sobral.

“Propus essa cidade porque foi em Sobral que foi comprovada a Teoria da Relatividade, uma das mais importantes do século XX, e também já possuía o Museu do Eclipse e Observatório com o maior telescópio do Norte e Nordeste”, explicou.

Dermeval aponta, ainda, que a instalação de um planetário é comprovadamente uma das melhores aplicações de recursos públicos, pois garante inovação de ensino e popularização da tecnologia e ciência.

Clube de Astronomia ÓrionClube de Astronomia Órion

© Copyright Diário do Nordeste

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s