Água de esgoto será tratada para consumo em São Paulo

Governador falou sobre a proposta nesta quarta-feira em São Paulo.
Ele disse que esse é o caminho seguido pelas grandes metrópoles.

 

O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), anunciou nesta quarta-feira (5) que vai construir uma Estação de Produção de Água de Reuso (EPAR) na Zona Sul de São Paulo, para gerar dois metros cúbicos de água por segundo no abastecimento da represa de Guarapiranga. A obra deve ser entregue em dezembro de 2015.

Seca afeta abastecimento

Segundo o governador, o esgoto será captado na altura da Ponte Transamérica de um emissário que passa margeando o Rio Pinheiros e que hoje vai para a Estação de Tratamento de Barueri. O esgoto será enviado então para essa EPAR, que ficará perto do Autódromo de Interlagos.

“Vamos gerar nessa EPAR dois metros cúbicos por segundo de água de reuso, que tem duplo tratamento. Trata o esgoto e trata novamente para poder se utilizar. Dessa estação EPAR você faz uma adutora e joga água dentro da Guarapiranga. Esse é o grande caminho das grandes metrópoles. Cada ter mais água de reuso “, disse Alckmin.

“Esses dois metros que nós estamos tirando a mais do Guarapiranga serão compensados pela água de reuso”, afirmou o governador. Desde julho, o sistema abastece 4,9 milhões de pessoas na capital e foi uma alternativa encontrada pela Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp) para diminuir a sobrecarga do Sistema Cantareira durante a crise hídrica.

O diretor metropolitano da Sabesp, Paulo Massato, afirmou que essa é a primeira estação de água de reuso a ser lançada em manancial. Uma outra alternativa está em planejamento e deve ser construída até 2015.

“Nós temos mais uma alternativa que é aproveitamento de água de reuso da ETE Barueri que esta sendo encaminhado à represa Isolina que produz no Baixo Cotia. Estaremos duplicando a capacidade da ETA Baixo Cotia, que tem capacidade de 1 m³ por segundo. Isso atenderia toda a região Oeste da cidade de São Paulo que hoje é abastecida pelo Sistema Cantareira. A meta é concluir em 2015.”

A Sabesp informou em nota que “tanto a água de reúso devolvida ao manancial quanto a água potável distribuída à população obedecem à legislação existente, de modo a garantir a preservação do meio ambiente e a saúde pública.”

Segundo a Sabesp, primeiro será feito o tratamento do esgoto, cujo produto final é um líquido já despoluído, dentro das normas brasileiras. Depois será realizado o tratamento normal, dado a toda água distribuída.

29 reservatórios
Alckmin anunciou nesta quarta-feira investimentos da Sabesp para aumentar a reservação de água com a construção de 29 novos reservatórios, que ampliarão a capacidade de armazenamento de água em 10% na Região Metropolitana de São Paulo.

O governador apresentou um novo equipamento que permite tratar a água mais rápido e aumentar a produção proveniente do sistema Guarapiranga.

Billings
Outra medida adotada pelo governo de São Paulo há um mês e anunciada nesta quarta pelo governador foi a limitação da vazão da água da represa Billings para a usina hidrelétrica Henry Borden em 6m³/s.

Localizada em Cubatão, a Henry Borden utiliza água da Billings para produzir energia elétrica para a Baixada Santista. Com a limitação da Billings, a represa terá mais água, que será bombeada para a Guarapiranga. Alckmin diz que a medida não afeta a produção de energia para a Baixada e deixou claro que a prioridade é o consumo humano.

“Conseguimos isso há um mês atrás. Com isso a Billings não cai e passa para a Guarapiranga. Henry Borden continua, mas na realidade há que se priorizar o abastecimento da região metropolitana. Quem gera energia lá embaixo é a Emae. Acertamos com o Operador Nacional do Sistema. A Agência Nacional de Águas (ANA) também participou.”

Foto mostra nível baixo de reservatório que integra o Sistema Guarapiranga (Foto: Reprodução TV Globo)
©  Globo Comunicação e Participações S.A

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s